(64) 3603-2720
OUVIR AGORA
NO AR: Show de Sucessos

Notícias

Coletadores de lixo encontraram criança abandonada em noite de chuva

11/01/2016 07:02:48 | Em: Diversos

Era por volta de 5 horas da manhã deste sábado, 9, instante em que chovia, quando os coletadores de lixo da Prefeitura de Iporá que fazem o trabalho naquele turno, encontraram uma criança abandonada, nas proximidades do Buriti Hall (salão de eventos), na Avenida Lambari.

 

Chovia muito e um menino de 3 anos de idade chorava em plena rua. Os coletadores de lixo interromperam o trabalho deles e começaram a conversar com a criança, mas esta não sabia informar quem eram seus pais, nem onde morava. Os trabalhadores da Prefeitura levaram a criança para a residência do vereador Adriano Coutinho, que mora nas proximidades.

 

O Conselho Tutelar foi acionado pelo vereador. Enquanto isso, apareceu um casal que dizia ser o responsável pela menor. Em seguida, chegou também a conselheira tutelar Marta Marçal. Esclareceu-se que esse casal estava fora de casa durante as últimas horas, em noitada de lazer, e a criança, como a porta dos fundos estava encostada só com uma pedra, saiu às ruas a reclamar da ausência da mãe. Esta é atualmente casada com outro homem, agora na condição de padrasto do menino de 3 anos.

 

Diante do caso explícito de abandono de incapaz, a conselheira tutelar Marta Marçal, no uso da lei, se recursou a entregar a criança para a mãe. O menino ficou em poder do Conselho Tutelar, enquanto a avó materna foi contactada na cidade de Nova Xavantina (MT), de onde veio neste sábado e buscou a criança.

 

Segundo a conselheira tutelar Marta Marçal, trata-se de mais um mais um caso de desajuste familiar. Mãe e padrasto aparentam serem usuários de drogas. Vivem de forma paupérrima em uma pequena casa na Rua Moscou (proximidades do Buriti Hall). Nesta mesma residência vive também um segundo casal. Mãe e padrasto disseram para a conselheira tutelar que são de Nova Xavantina e que vieram recentemente para Iporá em busca de trabalho. Essa mãe da criança tem registro de atitudes ilegais dela junto ao Conselho Tutelar de Nova Xavantina. Até recentemente ela era menor de idade. A mãe tem quatro filhos. Os outros três também moram com a avó.

Veja Também: